Deixa eu lembrar de você
Da maneira que eu sei lembrar
Não tente mais me convencer
Nosso amor não foi tão vulgar
Nunca esperei de você
Nem mesmo podia esperar
Que você pudesse entender
Tudo que eu queria te dar (...)


(Cacá Moraes Marcos Sabino)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro Corpo Fechado ~ Robson Pinheiro

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Mandalas - Geometria Sagrada