A idéia é a rotina do papel.

O céu é a rotina do edifício.

O inicio é a rotina do final.

A escolha é a rotina do gosto.

A rotina do espelho é o oposto.

A rotina do perfume é a lembrança.

O pé é a rotina da dança.

A rotina da garganta é o rock.

A rotina da mão é o toque.

Julieta é a rotina do queijo.

A rotina da boca é o desejo.

O vento é a rotina do assobio.

A rotina da pele é o arrepio.

A rotina do caminho é a direção

A rotina do destino é a certeza.

Toda rotina tem a sua beleza.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Você é um Trabalhador da Luz em Missão na Terra? Descubra!

Livro Corpo Fechado ~ Robson Pinheiro