,
"Saudade da paixão
Quando dos beijos
A inocência fugia,
Quando a noite
Nos transformava
Em dois loucos apaixonados,
E as estrelas aplaudiam
Nossos desejos
Saudade do calor
Que invadia meu corpo
E incendiava meus sentidos.
Saudade do olhar
Que me alimentava
Sem nada em troca.
Dos olhos que me aprisionavam
E me faziam refém
Eram desejos alucinantes,
Um momento de loucura,
O mundo parecia parar
E as palavras se calavam,
E em um simples gesto
Mil respostas apareciam.
Saudade da paixão,
Daquele tempo em que o perfume
Era uma lembrança
Deixada no corpo.
Saudade,
Forte Saudade
Daquele tempo em que a
Menina se torna mulher…"

,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Você é um Trabalhador da Luz em Missão na Terra? Descubra!

O Sentido da Vida