Nunca fui de matutar muito as coisas, planejar ou ter disciplina pra fazer com que elas acontecessem. Sempre prestei atenção nos sinais e os segui. […] O que eu chamo de impulso talvez seja uma batida mais forte do coração que, de tão intensa, traz junto com ela um passo. Comigo é assim. Tudo o que eu faço de coração, faço inteiro. Costuma dar certo.

Cristiana Guerra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro Corpo Fechado ~ Robson Pinheiro

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Mandalas - Geometria Sagrada