"Ah, quem dera eu pudesse arrancar o coração do meu peito e atirá-lo na correnteza... e então não haveria mais dor, nem saudade, nem lembranças."

~ Paulo Coelho ~




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro Corpo Fechado ~ Robson Pinheiro

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Mandalas - Geometria Sagrada