Aura: A Energia que nos liga a tudo

Ao invés de linear, ela é como uma onda, pulsa e se mexe! A energia sempre está em movimento, a consciência sempre criando. E assim, não-estático, não-linear. Está permeando. Como uma membrana eletromagnética que existe ao redor do corpo, é o canal no qual suas emoções, pensamentos e outros fluxos de materiais subconscientes fluem.
Por exemplo, o Wi-Fi. É uma pequena caixa física que emite ondas eletromagnéticas que está sempre permeando em todas as direções, emanando para fora para ser captado por outra pequena caixa que transpassa dados à algo que podemos interagir a partir de uma tela.
“A tecnologia é incrível!” você pode pensar, “a humanidade não tem vivenciado esse tipo de coisa há um tempo”… Exceto pelo fato de que nós somos isso.
Com certeza existe inúmeras explicações cientificas, tal como a Teoria das Cordas… e talvez vocês estejam interessados nelas. Pois bem, aqui vai algumas:
Aura é o substantivo feminino que significa brisa, aragem ou vento suave. Também pode ser um conceito místico ou da astrologia, representando um campo energético que envolve um ser vivo.
A nível filosófico, a aura representa uma espécie de halo que rodeia o corpo de uma pessoa.
Em sentido espiritual, a aura pode indicar uma energia imaterial que envolve um determinado ser. Neste caso, a aura pode ser boa ou má, ou pode ter cores. Assim, uma pessoa boa, ou equilibrada emocionalmente, tem uma aura com cores fortes e vivas. Dependendo da aura, diferentes sensações podem ser transmitidas a pessoas envolventes. Ex: Quando ele entrou na sala, todos ficaram com medo, porque o ambiente ficou pesado, fruto da sua aura escura.
No âmbito da medicina, a aura pode designar uma sensação que acontece antes de um ataque epilético. Algumas pessoas descrevem essa sensação como se uma bola estivesse subindo do estômago para a boca. Neste caso, a sensação é diferente, dependendo do ponto do cérebro onde a crise tem origem.
Então, meu ponto é, amplamente dizendo: Nós podemos ficar descrevendo os detalhes do lado direito do cérebro o dia inteiro, mas cedo ou tarde você vai perceber que para ocorrer o processamento dessas informações há a necessidade de sua outra metade do corpo. A parte que ouve. A parte que sente.
Essa parte está intimamente conectada e aberta aos outros. Ao dizer “outros”, me refiro mesmo aos “outros”. Se você parar pra pensar um instante, vai compreender que compartilhamos tudo uns com os outros, o espaço, momentos (mesmo que você não se dê conta, na grande foto há muito mais do que você nota), o ar, tudo que o ambiente nos tem a oferecer, etc.
Escutar e sentir são relativos. Escutar o que? Sentir o que? Quem você está sentindo? O que você está sentindo?
Expanda isso ao pensamento da Trindade. Você está sentindo dois diferentes estados emocionais. Qual desses estados se relaciona com qual, e como cada um deles se relaciona com sua individualidade como um todo?
Costuma-se desenhar a Aura como anéis ou camadas ao redor do corpo relacionando a cada chakra…. A aura são os Chakras. Não existem dúvidas que ambas energias, se há alguma diferença ou nenhuma, são o Ying e Yang da mesma coisa.
A aura é geralmente descrita como o corpo externo físico onde os Chakras se relacionam ao corpo interno físico. Podemos dizer que é como a energia entra e como sai.
Mas tudo é energia, e esse é o significado de tudo.
Resumindo, a “aura” é essencialmente um maneira de descrever o campo energético ao redor de nossos corpos, e se pensarmos nisso e nos deixar expandir, mente, coração e sentidos para incluir os outros ao invés de nós mesmos... muitas paredes podem ser derrubadas e todos vivenciarão os benefícios.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Você é um Trabalhador da Luz em Missão na Terra? Descubra!

O Sentido da Vida