O que é Ser Sensitivo?

Ser sensitivo está muito além de ser unicamente uma pessoa que possua sensibilidade a nível emocional. O conceito da palavra denota muito mais à sutileza com o qual as suas noções de percepção são aguçadas do que à fragilidade.
Ter sensibilidade enérgica, ou ser considerado um ‘sensitivo’, é ter a capacidade de conseguir perceber e/ou ser de certo modo afetado por fatores energéticos. Além da possibilidade de perceber essas mesmas sensações em outras pessoas, o modo que energicamente elas também são afetadas por fatores, não necessariamente materiais. É ter a capacidade de perceber e ser afetado pelas energias alheias, além de possuir uma capacidade inata de sentir e perceber intuitivamente outras pessoas. A vida de um sensitivo é inconscientemente influenciada pelos desejos, pensamentos e estados de espírito dos outros, é muito mais do que ser altamente sensível e não está limitado apenas às emoções. Pessoas mais sensíveis podem perceber sensibilidades físicas e impulsos, bem como saber as motivações e intenções de outras pessoas.
Como citado acima sensitivo está longe de ser frágil, pelo contrário, é um Ser dotado de características que os diferencia dos demais e geralmente trazem junto dessa sensibilidade uma missão maior, quase sempre ligada à espiritualidade e ao bem maior.
Existem também sensitivos que lutam dentro de si na tentativa inútil de negar sua essência. Eles sabem que são diferentes, mas o medo do desconhecido e do preconceito os fazem duvidar de si mesmo.
Algumas características:

* Têm conhecimento dos fatos
Não que os sensitivos sejam “videntes”. Longe disso. Eles sabem ou conseguem pressentir certos acontecimentos. Alguns, em grau mais elevado de sensibilidade, conseguem relatar com detalhes acontecimentos futuros que lhes são revelados de alguma forma (sonhos, pro exemplo). Mas esse conhecimento muitas vezes se dá de forma muito sutil, ficando a dúvida naqueles que não estão cientes de sua capacidade, ou melhor, sensibilidade. Pessoas consideradas sensitivas, sabem das coisas às vezes sem sequer ser comentado algo com elas. O sensitivo sabe coisas, sem lhes ser dito. É um conhecimento que vai além da intuição, mesmo que essa seja a forma como muitos poderiam descrever o saber. Quanto mais sintonizados eles são, mais forte este dom se torna.

* Gostam de ficar sozinhos e de lugares mais calmos
Não que sejam anti sociais, mas essas pessoas adoram sua própria companhia. Não são gostam de permanecer por muito tempo em locais agitados, com aglomerações, barulho e bagunça. Isso acontece porque a facilidade que possuem de absorver energia podem deixá-los incomodados e, dependendo da energia do local, até mesmo exaustos.

* Absorvem energia com facilidade
Seja boa ou ruim. Os sensitivos têm facilidade de absorver para si a energia que circula no ambiente. Como dizem, são como esponjas. Por isso, a necessidade de se conhecer e estudar o que acontece consigo para evitar sair por aí absorvendo tudo quando é energia. Sensitivos carregam o fardo de se sentirem contagiados pelo estado de espírito transmitido pelas pessoas ao qual eles entram em contato. Alguns deles vão sentir emoções vindas daqueles que estão perto e outros poderão sentir as emoções de pessoas a uma grande distância, ou até ambas. Os empatas mais sintonizados irão saber se alguém está com maus pensamentos sobre eles, até mesmo a uma grande distância.
Todos, em algum grau, absorvemos a energia do outro. É comum sairmos cansados da companhia de alguém negativo assim como também algumas companhia agradáveis nos deixa com uma sensação boa. Mas os sensitivos sentem isso de forma mais intensa. Por isso é importante selecionar as companhias, os locais e estudar para que, ao ir de encontro com as baixas energias, não se deixar influenciar por elas.

* Podem sentir seus pensamentos

Se um amigo ou familiar está dizendo mentiras, ele sabe disso (embora muitos empatas tentam não se focarem nesse conhecimento, porque saber quando alguém está mentindo, principalmente um ente querido, pode ser doloroso). Se alguém está dizendo alguma coisa, mas se ele sente ou pensa de outra, o sensitivo simplesmente sabe.

* Captar os sintomas físicos de outra pessoa
Um sensitivo pode desenvolver as doenças de outra pessoa (constipações, infecções, dores no corpo, entre outros problemas), especialmente daqueles que são mais próximos.
O chakra do plexo solar tem base no centro do abdômen e é conhecido como a sede das emoções. Este é o lugar onde o sensitivo sente a emoção, o que pode enfraquecer a área e, eventualmente, levar a qualquer problema, desde úlceras estomacais à má digestão. Os problemas nas costas podem se desenvolver, pois quando uma pessoa não tem conhecimento de que é empata e não está preparada, terá quase sempre a sensação de estar “sem chão”.

* Sempre olha os oprimidos
Qualquer um cujo sofrimento, dor emocional, vítima de injustiça ou intimidado, chama a atenção e a compaixão de um sensitivo. Ele é muito emotivo e solidário.

* Outros irão querer descarregar os seus problemas, até mesmo estranhos
Um sensitivo pode se tornar uma lixeira para questões e problemas de muita gente, e se não tiver cuidado, pode acabar utilizando esses problemas como seus. Ele funciona como uma verdadeira antena viva no mundo, onde as energias negativas são atraídas até ele, para que possam ser transformadas em energia limpa e pura. Por isso a importância de estar sempre em equilibrio emocional.


* Fadiga constante
O sensitivo muitas vezes fica sem energia, seja de “vampiros” de energia ou apenas captando em excesso a energia dos outros, que até mesmo o sono não cure. Muitos são diagnosticados com Fadiga Crônica ou outras doenças. Mas tudo pode ser resolvido com o restabelecer da energia em desequilibrio, ou descarregar a carga negativa absorvida.

* Atração para a cura, terapias holísticas e outras coisas metafísicas
Embora muitos empatas gostariam de curar os outros, muitos podem acabar se afastando dessa vocação (mesmo possuindo uma capacidade natural para isto). Qualquer coisa que tenha uma natureza sobrenatural é de interesse para o sensitivo, que não se surpreende ou fica chocado facilmente. Mesmo com uma revelação que muitos considerariam impensável, por exemplo, os empatas teriam reconhecido que o mundo é redondo, mesmo quando todos os outros acreditavam que era plano. Eles tem em sua natureza predisposição a tudo que se relaciona com a espiritualidade, com a cura, e psiquismo.

* Necessidade de solidão
Um sensitivo vai se agitar e ficar bastante louco se não receber algum tempo de silêncio. Isto é ainda mais evidente em crianças empatas.

* Fica entediado ou distraído facilmente se não for estimulado nas tarefas mais rotineiras
Trabalho, escola e vida doméstica devem ser interessantes para um sensitivo ou eles se desligam delas e acabam sonhando, rabiscando ou procrastinando.

* Consideram impossível fazer coisas que não gostam
Como no anterior, parece que eles estão vivendo uma mentira ao cumprir obrigações. Forçar um sensitivo a fazer algo que ele não gosta, através da culpa ou do medo, e até mesmo o rotulando como passivo, servirá apenas para irritá-lo. Qualquer coisa que tire a liberdade é debilitante para um sensitivo.

* Sempre à procura de respostas e conhecimento
Ter perguntas sem resposta pode ser frustrante para um sensitivo, e eles irão se esforçar para encontrar uma explicação. Se eles têm um conhecimento sobre algo, eles irão procurar a confirmação. Estão sempre em busca de mais saber e mais conhecimento. O lado ruim disso pode ser a sobrecarga de informações.

* Gostam de aventura, liberdade e viagens Os sensitivos são espíritos livres. Adoram a natureza, o contato com os animais e conhecer lugares novos.
* Abomina a desordem
Ela traz uma sensação de peso ao sensitivo, bloqueando o seu fluxo de energia. Se sentem mal em ambientes sujos ou bagunçados.

* Adora sonhar acordado
Um sensitivo pode olhar para o espaço por horas, ficar em silêncio ouvindo o som do vento, ficando em um mundo muito próprio e de muita felicidade. É uma espécie de meditação e conexão que só uma alma sensível consegue entender.

* Excelente ouvinte
O empata não vai falar de si, dificilmente ele fala como se sente, somente se alguém perguntar, e para alguém em quem realmente confia. Ele sempre estará disposto a ouvir você falar. Ele gosta de conhecer e aprender com os outros e genuinamente cuidar.

* Intolerância ao narcisismo
Embora sensato e generoso e muitas vezes tolerante para com os outros, o sensitivo não gosta de ter pessoas ao seu redor excessivamente egoístas, que se colocam em primeiro lugar e se recusam a considerar os sentimentos dos outros, ou pontos de vista diferentes do seu.

* A capacidade de sentir os dias da semana
Um sensitivo sentirá o “Sentimento de Sexta-feira”, quer ele trabalhe às sextas-feiras ou não. Eles captam sobre como o coletivo está sentindo. Um longo final de semana de feriado por exemplo, pode ser sentido por eles como se o mundo estivesse sorrindo, calma e relaxadamente. Domingo à noite, segundas e terças-feiras de uma intensa semana de trabalho, têm um sentimento muito pesado.

* Pode parecer mal-humorado, tímido, indiferente, desconectado
Dependendo de como um sensitivo se sente, isso irá influenciar como ele se mostra para o mundo. Ele é totalmente transparente. Ele pode ser propenso a mudanças de humor e se ele capta energia muito negativa, aparecerá calado e insociável, parecendo mesmo miserável. Um sensitivo detesta fingir ser feliz quando está triste, isso só aumenta a sua carga (torna o trabalho, quando é preciso fazer o serviço com um sorriso, muito desafiador) e pode fazê-lo sentir como que se estivesse escondendo debaixo de uma pedra.

* Assistir violência, crueldade ou tragédias na TV pode se tornar insuportável
Quanto mais sintonizado um sensitivo se torna, pior se torna o ato de ver televisão. Pode acontecer, eventualmente, este ter de parar de assistir determinados programas e filmes. Tudo o machuca e o deprime.

* Amor pela natureza e animais
Estar ao ar livre é uma obrigação para o sensitivo e os animais de estimação são uma parte essencial da sua vida. Podem não os ter porque acredita que eles devem ser livres, mas têm grande carinho e proteção por eles.

Muitos passam despercebidos por esse mundo, além disso, há mais sensitivos do que se possa imaginar. Pena que nem todos se reconhecem como tal e usam esse dom para ajudar o próximo.
Os empatas estão passando por um momento particularmente difícil no momento presente, captando todas as emoções negativas que estão sendo emanadas para o mundo a partir da população, que sente as dificuldades da sociedade atual e das mudanças que estão acontecendo por todo o planeta.
Se você for um sensitivo, e precisa de equilíbrio em sua vida, não é necessário seguir religião nenhuma, nem fazer nenhum ritual ou coisa do tipo, basta que você cultive sensações boas, pensamentos elevados, hábitos de vida positivos, ir se libertando de sentimentos ruins, de todo lixo emocional que possa ter acumulado, do presente ou do passado, mas principalmente, fazer sempre bem ao próximo, para que o bem sempre retorne a você. Opte por meditações, reze e agradeça mais do que peça, conecte-se com a sua divindade, esteja aberto a estudar e conhecer mais sobre você mesmo, e expresse gratidão ao que você já tem (mesmo que seja pouco).
Se você deseja o BEM, o BEM te deseja também.
Se você emitir AMOR ao mundo, o AMOR retornará para você de todas as formas.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em Terra de "Egos", quem vê o outro é Rei

Você é um Trabalhador da Luz em Missão na Terra? Descubra!

O Sentido da Vida