.
"Eu tenho uma espécie de dever,
de dever de sonhar sempre,
pois sendo mais do que
uma espectadora de mim mesma,
Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E assim me construo a ouro e sedas,
em salas supostas, invento palco,
cenário para viver meu sonho
entre luzes brandas e
músicas invisíveis"

Fernando Pessoa
.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro Corpo Fechado ~ Robson Pinheiro

Mandalas - Geometria Sagrada

Livro Medicina da Alma ~ Robson Pinheiro